Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas Petições:

latest

Petição | Salvem a Arca de Noé no Oceano Pacífico! | Salve a Selva

O pombo-imperial da Polinésia somente continua a existir no atol de Makatea (© Fred Jacq + Bleu lagon productions - Montage : S. Harmat Rd...

Um pombo-imperial da Polinésia olhando para o atol de Makatea
O pombo-imperial da Polinésia somente continua a existir no atol de Makatea (© Fred Jacq + Bleu lagon productions - Montage : S. Harmat RdR)

O atol de Makatea na Polinésia francesa é um paraíso natural sem par. Agora uma empresa australiana quer extrair fosfato na ilha minúscula no meio do Oceano Pacífico para a produção de adubo. Por favor, apoiem a população de Makatea a impedir a catástrofe.



Milhões de anos atrás, o atol de Makatea foi levantado do Oceano Pacífico Sul por movimentos tectónicos. Altas falésias de calcário branco rodeiam a ilha, que abrange uma área total de 28 quilómetros quadrados. Ela hospeda ecossistemas quase intocados com uma vegetação sem par. Espécies ameaçadas como o pombo-imperial da Polinésia, que somente continua a existir em Makatea, encontram ali o seu último refúgio.

O cineasta francês Michel Huet (veja versão curta e longa) vê Makatea como uma Arca de Noé da Polinésia francesa. Enquanto a maioria dos atóis da Polinésia ameaça ser inundada pela subida do nível dos mares por causa das alterações climáticas, a ilha de Makatea está situada mais de 100 metros acima do nível do Oceano Pacífico. A flora e fauna de Makatea estão protegidas das massas de água.

Mas atualmente, Makatea está em grande perigo: investidores australianos querem extrair fosfato na ilha. Fosfato serve como adubo na agricultura e gera enormes lucros. Os investidores estão exercendo pressão. Já querem começar em 2017. Políticos em Papeete no Taiti, a capital da Polinésia francesa, decidem sobre a licença de mineração sem avaliar a situação no local.

A população de Makatea ganha pouco dinheiro. Vive dos recursos que a ilha lhe oferece. Mas os habitantes sabem que a exploração industrial da ilha não pode ser o futuro deles. Organizações locais apoiam a luta deles contra a destruição. Juntos, apelam às autoridades da Polinésia e da França que rejeitem a autorização de exploração mineira para a empresa australiana SAS Avenir Makatea Pty Ltd.

Por favor, apoie a petição com a sua assinatura! Conheça e ASSINE AQUI a carta que será enviada para a Ministra do Meio Ambiente francesa Ségolène Royal e o Presidente da Polinésia francesa 
Edouard Fritch.
(Não se esqueça de partilhar esta petição)


                                                                                     Esta petição é da autoria do site SalveaSelva.org

Sem comentários

Obrigado pelo seu comentário!